quarta-feira, 30 de junho de 2010

Ministro do TSE suspende decisão e libera candidatura de Garotinho

Em maio, TRE-RJ definiu que Garotinho estaria inelegível até 2011.
Suspensão vale até o julgamento do mérito do recurso.

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marcelo Ribeiro deferiu nesta terça-feira (29) liminar ao ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) suspendendo a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que o condenou a ficar inelegível até 2011.

A suspensão vale até o julgamento do mérito do recurso pelo plenário do TSE. Garotinho pretende se candidatar novamente ao governo do estado nas eleições de outubro.

Em sua decisão, o ministro do TSE entendeu que, como se trata de um período de transição e a conduta de Garotinho foi anterior à nova lei da ficha limpa, é necessário que o pleno do TSE avalia a tese da defesa do ex-governador. A lei da ficha limpa torna inelegíveis, já nas eleições deste ano, políticos condenados em decisão colegiadas, mesmo antes da vigência da norma.

Em maio deste ano, o tribunal do estado cassou o mandato da então prefeita de Campos dos Goytacazes (RJ) e esposa de Garotinho, Rosinha Garotinho, por abuso de poder e por ter sido beneficiada por notícias veiculadas na rádio e no jornal "O Diário" nas eleições de 2008.

Na época, a corte estadual entendeu que Garotinho teria de ser punido também por ter se beneficiado pelo uso indevido dos meios de comunicação.

Nesta segunda-feira (28), o TRE-RJ negou recurso do ex-governador. Os advogados de Garotinho entraram com ação no TSE para reverter a decisão da justiça eleitoral do estado. A defesa de Garotinho argumentou que não seria possível com base em fato isolado entender que ele teria se beneficiado do uso indevido de meios de comunicação.(G1)

 

 

Alerj aprova reajustes até 54,84%, os últimos do ano

Segurança terá aumento em 48 vezes que chega a 70%

Rio - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou ontem os últimos reajustes a serem concedidos no atual governo. O de maior peso orçamentário foi o aumento de 54,84%, parcelado em 48 meses, para os servidores da Segurança Pública — Polícia Militar, Polícia Civil (exceto delegados), bombeiros e inspetores penitenciários. Os 118 mil receberão 70,32% até 2014, somando os 10% já aprovados. Confira abaixo as tabelas oficiais com os reajustes aplicados aos vencimentos.

A Casa também aprovou 5% de aumento, a partir de julho, para Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica), FIA (Fundação para Infância e Adolescência) e Fundação Leão XIII. Os projetos de lei serão sancionados hoje.(O Dia)

Polícia apreende mais de 20 balões e arma em Maricá

Casa, aparentemente abandonada, foi estourada por agentes do Batalhão Florestal na Estrada dos Macacos em São José do Imbassaí. Uma espingarda também foi apreendida na operação


Policiais do Batalhão de Polícia Florestal e do Meio Ambiente (BPMF) estouraram na tarde desta terça-feira, uma casa abandonada em um sítio na Estrada dos Macacos, no bairro de São José de Imbassai, em Maricá, que funcionaria como fábrica de balões. No local, teriam sido encontrados 20 artefatos, alguns com com mais de 20 metros, além de uma espingarda calibre 26 e farto material usado na confecção dos balões. Todo o material, apreendido, segundo a polícia, estaria avaliado em mais de R$ 40 mil. Ninguém foi preso durante a operação. 

“Moradores da Estrada dos Macacos disseram que a movimentação de pessoas no sítio era grande, principalmente nos fins de semana. Os rapazes chegavam em carros de luxo e ficavam pouco tempo no local para não chamarem a atenção”, contou um dos PMs. 

Muitos balões apreendidos necessitavam de retoques, o que indica terem sido usados e recuperados depois de soltos. Duas armações de arame (bocas de balões) grandes, estariam prontas para serem utilizadas.

“ O local é de difícil acesso. Da estrada principal (Rodovia RJ-106, altura do Km 22) se gasta de carro em torno de 20 minutos. Depois, ainda é preciso andar mais de meia hora“, acrescentou o policial, que acredita que os baloeiros sejam moradores da região. O registro foi feito na 82ª DP (Maricá). 

Memória - No último sábado, a PM apreendeu quatro balões de dois metros cada, e farto material para confecção no Gradim, São Gonçalo. Na terça-feira da semana passada, agentes fecharam uma fábrica de balões que funcionava em uma casa em Inoã, distrito de Maricá e recolheram dois balões de 8 e 6 metros.
Já na segunda-feira anterior, outra residência que escondia uma fábrica foi localizada em Itaúna.(Fluminense)

Tiroteio em saída de casa de show de São Gonçalo deixa uma pessoa ferida

Segundo a polícia, suposta quadrilha de assaltantes estaria roubando carros no estacionamento da boate e houve troca de tiros quando os militares se aproximaram


O taxista Geraldo Luiz Oura, de 53 anos, foi vítima de bala perdida durante um tiroteio entre policiais do 7º BPM (São Gonçalo) e bandidos que roubavam carros no entorno de uma boate na Rua Visconde de Itaúna, no Gradim, em São Gonçalo. Atingido no pé esquerdo por uma bala que atravessou seu tornozelo, a vítima permanece internada no Pronto Socorro de São Gonçalo (PSSG). Luiz Felipe Rodrigues Coutinho, de 22 anos, suspeito de participar do confronto, acabou preso com uma pistola calibre 380, de numeração raspada. 

Esta é a segunda vítima de bala perdida na região em menos de uma semana. Na última sexta-feira, o técnico de informática Hércules Santana da Silva, de 36, morreu quando passava de carro em Maria Paula, no momento em que PMs do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) trocavam tiros com sequestradores de um casal. 

Segundo policias do 7º BPM, no caso desta terça-feira, pelo menos nove criminosos teriam participado do confronto, que teria começado logo após o fim do evento, quando Luiz Felipe teria sido flagrado deixando o estacionamento da casa de shows dirigindo o Fiat Stilo de placa KWE-1699, que de acordo com a PM havia sido roubado na última segunda-feira, na área da 72ª DP (Mutuá).  

“Quando abordamos o Fiat Stilo na saída, os amigos de Luiz Felipe estavam a pé do lado de fora e começaram a atirar em nossa direção”, informou um dos agentes.

O taxista diz que houve pânico em frente à boate. 

“Estava parado com meu táxi na porta (onde faz ponto) quando começou o tiroteio. Pulei para trás do meu carro e só percebi que tinha sido atingido quando vi o sangue jorrar de meu pé”, contou Geraldo, na praça há 32 anos. 

Ele relatou que apesar de já ter tido seu carro roubado uma vez, nunca tinha vivido momento parecido.
“Já cheguei a ser assaltado com uma arma em minha cabeça, mas nunca tinha ficado no fogo cruzado. Agora, não sei como vai ser. Devo ficar cerca de dois meses sem poder pisar no chão. Já estava com aluguel atrasado e ainda me acontece isso”, disse preocupado, na enfermaria do PSSG.  

Memória – O técnico de informática Hércules Santana da Silva morreu com um tiro na cabeça quando passava de carro no momento em que PMs do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) trocavam tiros em perseguição a quatro sequestradores que mantinham um casal refém no veículo das vítimas. A vítima, testemunha da Jeová, voltava da igreja. (Fluminense)

terça-feira, 29 de junho de 2010

Participe da campanha!

Pró Memória! 

Nas comemorações do final da Guerra do Paraguai, em 1 de março de 2010, o vice-presidente do Paraguai, Federico Franco, pede a devolução do canhão "El Cristiano" para reparar a honra do povo paraguaio. Sendo um obus de grande capacidade para a época, o mesmo estreou na Batalha de Curupayti, quando o General Mitre, a frente do comando das tropas aliadas, logrou uma severa derrota e a baixa de mais de 8 mil de seus comandados. Definitivamente, dadas as proporções de formação do contingente aliado, o bronze do canhão, não ressoando mais durante os cultos, ressoou ao expulsar projéteis, para perfazer a morte de milhares de brasileiros.


Sendo um obus de grande capacidade para a época, o mesmo estreou na Batalha de Curupayti, quando o General Mitre, a frente do comando das tropas aliadas, logrou uma severa derrota e a baixa de mais de 8 mil de seus comandados. Definitivamente, dadas as proporções de formação do contingente aliado, o bronze do canhão, não ressoando mais durante os cultos, ressoou ao expulsar projéteis, para perfazer a morte de milhares de brasileiros.

Troféus de guerra, usualmente, não são devolvidos. Embora o mesmo não explicite a humilhação do antigo dono da peça, o mesmo serve para lembrar o que lá aconteceu e a bravura dos que nele participaram. Diversas peças de artilharia, mais modernas do que “El Cristiano”, também conquistadas em batalha – na II Guerra Mundial – encontram-se expostos no Museu do Exército, Forte de Copacabana, sem que, para tanto, a dignidade dos países do Eixo fosse contestada. 

Se é para agradar o governo do Paraguai, devolvendo “El Cristiano”, que façamos uma troca: que os paraguaios nos devolvam o Navio de Guerra Rio de Janeiro, da Esquadra Imperial, que se encontra exposto em memorial perto de Assunção? Se isso continuar assim, daqui a pouco, o Governo Brasileiro vai trocar o nome da cidade de Duque de Caixas, da Praça General Osório, da avenida Almirante Tamandaré, da Rua Toneleiro, da Rua Almirante Barroso, da Praça Marcílio Dias, do Humaitá, da Rua da Passagem, da Rua Mena Barreto, da General Polidoro, da Visconde de Pirajá, etc. Todos esses nomes recordam nosso Glorioso Passado Imperial, que por azar dos paraguaios, lembra um período totalitário da sua história, que eles deveriam esquecer. 

NÃO A DEVOLUÇÃO DO CANHÃO "EL CRISTIANO"! O CANHÃO É NOSSO!

Seis pessoas ficam feridas em grave acidente na Ponte Rio-Niterói

Segundo a concessionária, acidente envolveu dois caminhões e um ônibus.
Tráfego está congestionado na pista sentido Niterói.

Pelo menos seis pessoas ficaram feridas, de acordo com a concessionária que administra a Ponte Rio-Niterói, no grave acidente ocorrido na manhã desta terça-feira (29), na pista sentido Niterói, na altura da reta do Cais do Porto.

O acidente envolveu dois caminhões e um ônibus. De acordo com as primeiras informações, um caminhão e um ônibus teriam batido num segundo caminhão, que acabou atravessado na pista, ocupando três faixas de rolamento.

Para a remoção dos veículos envolvidos no acidente, a pista chegou a ficar temporariamente fechada. No momento, apenas uma faixa no sentido Niterói está liberada ao tráfego. Uma faixa da pista sentido Rio também foi interditada para que veículos carros de socorro pudessem prestar atendimento às vítimas. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

De acordo com a CCR Ponte, motoristas enfrentam engarramento na pista sentido Niterói, desde os acessos no Caju, na Zona Portuária, e na Avenida Perimetral.

A CET-Rio informou que devido ao acidente, há retenção na altura de Manguinhos da Avenida Brasil, na pista Central, no sentido Centro, na Avenida Francisco Bicalho, na Praça da Bandeira e na Avenida General Justo, no sentido da Ponte. (G1)

 

Repressão contra os balões é intensificada no Rio de Janeiro

Após uma semana de muitas apreensões também na Região Metropolitana do Estado. Somente no último final de semana, Batalhão Florestal registrou mais de 30 flagrantes

O Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente (BPFMA) montou uma força-tarefa para combater a prática de soltar balões, que se intensifica nesta época do ano, com as festas juninas. 

O comandante do Batalhão Florestal, tenente-coronel Mário Fernandes, disse que os policiais se baseiam nas informações do Serviço de Inteligência e também nos atendimentos do Disque-Denúncia (21 2253-1177) para desencadear as ações. 

Segundo ele, de janeiro a junho deste ano, os policiais do Batalhão Florestal já fizeram 82 apreensões de balões e mais de 30 prisões, enquanto durante todo o ano passado foram feitas 68 apreensões e cerca de 20 prisões. 

“Não sei por que as pessoas ainda insistem em soltar balões, essa cultura ultrapassada que, além de ser danosa ao meio ambiente, prejudica a aviação civil e o patrimônio público e privado, com incêndios e outros danos”, declarou o comandante. 

Ele enfatizou que a prática de soltar, vender, transportar e fabricar balões é crime ambiental, com pena prevista de até três anos de prisão. 

Queimada - No último dia 16, a queda de um balão em uma área de preservação na zona sul do Rio provocou um incêndio que destruiu o equivalente a quatro estádios de futebol. Moradores do Morro dos Cabritos, da Ladeira do Sacopã e do Corte do Cantagalo, em Copacabana, saíram de suas casas e apartamentos assustados com o calor das chamas, que só foram controladas quase 24 horas depois de iniciadas.(Fluminense)

Anthony Garotinho e Rosinha estão inelegíveis até ano que vem

TRE-RJ rejeita embargos de declaração que buscavam modificar a sentença. Deputado Arnaldo Viana e ex-prefeito de Campos Alexandre Mocaiber estão na mesma situação

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) rejeitou nesta segunda-feira os embargos de declaração que buscavam modificar as sentenças que cassaram a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, e tornaram inelegíveis, além da prefeita, o ex-governador Anthony Garotinho, o deputado federal Arnaldo Viana (PDT) e o ex-prefeito de Campos Alexandre Mocaiber. A decisão vai ser informada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para que este possa julgar a medida cautelar impetrada por Garotinho. O cumprimento da sentença é imediato. Assim, mesmo um eventual recurso especial ao TSE não produz efeito suspensivo.

Para permanecer no cargo, Rosinha deve entrar com medida cautelar e obter uma liminar junto ao TSE. Caso contrário, assume a Prefeitura de Campos o presidente da Câmara Municipal. O casal Garotinho foi punido por suposto uso indevido dos meios de comunicação, ao utilizar um veículo de imprensa da cidade durante a campanha eleitoral de 2008. 

Arnaldo Viana e Alexandre Mocaiber ficaram inelegíveis pela mesma irregularidade, quando o pedetista, então candidato derrotado a prefeito em 2008 teria sido beneficiado por um jornal da região. Além disso, ele teria sido favorecido por contratações irregulares da Prefeitura, na gestão de Mocaiber.

O relator, juiz Luiz Márcio Pereira, rejeitou os 12 argumentos sobre possíveis imprecisões, omissões ou obscuridades na sentença do Colegiado do TRE-RJ contra o casal Garotinho. O principal questionamento era de que teria havido supressão de instância, uma vez que o juízo eleitoral de Campos não havia julgado o mérito das ações. Para Pereira, o Colegiado agiu corretamente ao decidir sobre o mérito porque “estavam presentes todos os elementos indispensáveis à apreciação do fato”.

O casal Garotinho também alegou que a decisão da Justiça Eleitoral contrariava decisões anteriores, em que programas de rádio comandados por Anthony Garotinho e Linda Mara não foram julgados irregulares. 

A procuradora regional eleitoral, Silvana Batini, sustentou que a decisão do Tribunal agora não era sobre fatos isolados. Ao contrário, a Corte levou em conta o conjunto de irregularidades dentro do contexto histórico, que inclui o resultado das eleições. O juiz-relator teve o mesmo entendimento e, em todos os embargos, houve unanimidade na manutenção das sentenças.

Ainda na segunda-feira, em seu blog, Garotinho contou que recorreu ao TRE porque tinha que seguir os ritos judiciais, de primeiro apresentar o recurso lá mesmo. Acrescentou que  sempre disse que não tinha esperanças, porque, segundo ele, todo o processo sofreu influências poderosas nos bastidores.

“Não era um julgamento com base nas provas, que não existem, nem podem existir porque nem eu, nem Rosinha fizemos nada de errado. Estou certo que o TSE, de forma independente, sem o comprometimento que existe hoje, por parte de setores do Ministério Público Eleitoral e da Justiça, aceitará o meu pedido de liminar, que está nas mãos do ministro Marcelo Ribeiro”, escreveu o republicano, que no último domingo foi oficializado pelo PR como candidato ao Governo do Estado. 

A assessoria jurídica de Rosinha informou que conversou com o presidente do TRE, desembargador Nametala Jorge, após o julgamento dos recursos e ficou decidido que será melhor esperar a análise nesta terça-feira da medida cautelar impetrada por Garotinho. Se esta for concedida, a prefeita permanece no cargo e Garotinho pode ser candidato. Em caso de resultado negativo, ocorre o afastamento de Rosinha.
Procurado pela reportagem, Viana não foi localizado, assim como sua assessoria.(Fluminense)

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Avenida Rio Branco – de Ponta a Ponta em um Roteiro Geográfico, Arquitetônico e Cultural

DIA 26 DE JUNHO DE 2010 – SÁBADO – 14 HORAS

ENCONTRO: AVENIDA RIO BRANCO, 1

O bota-abaixo de Pereira Passos, Rodrigues Alves e Paulo de Frontin; a erradicação e combate às velhas usanças promovidas por Oswaldo Cruz, o “Rato, Rato” no canto do povo no Reinado de Momo, a inauguração da Avenida Rio Branco no momento simbólico de 15 de novembro de 1905;  a relevância do Clube de Engenharia na aurora do século vinte; o disciplinamento do uso do solo urbano de então; uma artéria-símbolo da ordem e do progresso republicanos na capital do país; a Praça Mauá, o canteiro no meio da Avenida Central, a mudança da toponímia em 1912 com a morte do diplomata Rio Branco, as diversas temporalidades das edificações deste traçado; as marcas de um passado Colonial, do Reino e do Império em  ruas como Teófilo Otoni (e de Lamartine Babo); uma porta relíquia no prédio do IPHAN; a abertura da Avenida Presidente Vargas, em outra data simbólica (7 de setembro de 1944); as concentrações com vistas às manifestações políticas e procissões religiosas na Candelária; a permanência da Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte; o Manhattan Tower; os diálogos de diversos estilos de torres na Avenida desta Sebastianópolis; os triunfantes  desfiles de celebridades, misses, atletas, políticos e atores;  o alargamento de outros logradouros junto à abertura da Avenida Rio Branco; os carnavais de outrora e da atualidade na Avenida; a permanência e requalificação do Edifício Central com seu infoshopping; o equipamento urbanístico nas calçadas da Avenida; as diversas temporalidades e os suntuosos edifícios junto à Cinelândia e seuprecioso/belo conjunto arquitetônico; Metrô, uma sentinela luminosa a nos conduzir por lunares e ensolaradas geografias desta Olímpica e Maravilhosa Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro ; o simbolismo do Obelisco, a Avenida Beira Mar e sua distância da baía décadas depois; a Rio Branco como centro de financeiro, de gestão, cultural, religioso; político e de toda gente; Rio Branco – uma avenida na alma do povo.

COORDENAÇÃO: PROF. DR. JOÃO BAPTISTA FERREIRA DE MELLO

BOLSISTAS: LAURA GONDIM  E  RICARDO BRENELLI

PÓS-GRADUANDO COLABORADOR: IVO VENEROTTI

MESTRANDAS COLABORADORAS: MELISSA ANJOS E OLGA MAÍRA FIGUEIREDO (integrantes do NeghaRIO – IGEOG – UERJ)

GRÁTIS. Com tempo chuvoso, roteiro adiado. 88717238 http://www.roteiros.igeog.uerj.br


Ibope: Dilma Rousseff aparece na frente de José Serra em pesquisa

O estudo realizado após a convenção foi divulgado nesta quarta-feira em Brasília. Esta é a primeira vez que a candidata do PT Dilma Rousseff está na frente com 40%. O candidato José Serra, do PSDB, vem logo atrás com 35%. Marina Silva, do PV, tem apenas 9%. 

A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria(CNI). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Foram entrevistados 2.002 eleitores entre os dias 19 e 21 de junho em 140 cidades. Votos em branco ou nulo acumularam 6%, não souberam ou não opinaram são 10%.

Em simulação do segundo turno entre os candidatos, Dilma teria 45% e Serra 38%. Já com Marina Silva, Dilma ficaria com 53% a 19%, e Serra com 49% contra 22% da candidata do PV.

Na última pesquisa, divulgada em março, Dilma tinha 33% e Serra 35%, Marina ficou com 8%.

O Ibope também avaliou a popularidade do atual presidente, 75% da população considera o governo ótimo ou bom, já na avaliação pessoal, Lula tem 85% de aprovação, o maior índice levantado nas pesquisas.(SRZD)

Torre panorâmica de R$ 20 milhões vai ser licitada

Construção vai fazer parte do complexo arquitetônico do Caminho Niemeyer e teré 60 metros de altura. Estrutura será erguida entre o Teatro Popular e o Memorial Roberto Silveira, no Centro

Mais um passo será dado na construção do Caminho Niemeyer. A Prefeitura de Niterói marcou para o próximo dia 7 a abertura do processo licitatório que vai definir a empresa que será responsável pelo projeto de construção da torre panorâmica que fará parte do complexo arquitetônico. Conforme o planejamento inicial, a nova estrutura deve consumir recursos em torno de R$ 20 milhões e será erguida entre o Teatro Popular e o Memorial Roberto Silveira, no Centro. 

A verba para a construção da torre panorâmica é fruto de uma parceria entre os governos Municipal, Estadual e Federal, que no ano passado liberou R$ 19 milhões para as obras. O projeto prevê a construção de uma estrutura de 60 metros de altura, que vai abrigar um restaurante e um mirante com vista ampla para a Baía de Guanabara e o Centro do Rio.

Para a população, porém, a execução do projeto é inoportuna, já que a cidade teria uma série de outras prioridades. Alguns niteroienses questionam a necessidade da realização desse projeto em um momento em que outras áreas da cidade carecem de investimentos. Para quem vive em Niterói, saúde, segurança, habitação e trânsito, por exemplo, são setores problemáticos e que merecem projetos urgentes. Além disso, com os estragos das chuvas de abril ainda refletindo na paisagem, os turistas não encontrariam uma imagem muito atraente. 

“Existem muitas outras prioridades e essa torre pode esperar. A cidade tem que ser reparada”, opina o mecânico de refrigeração Carlos Henrique Figueiredo, de 37 anos.

Já o montador de andaime Gilson Correia Salgueiro, de 39 anos, defende, antes de tudo, investimentos na infraestrutura para só depois se pensar em turismo.

“Com qualquer chuva, não dá para andar pela cidade. Tudo fica alagado e o trânsito para. Tem que arrumar a cidade, conter as encostas. O que o turista vai encontrar por aqui?”, questionou.

Na opinião da bacharel em Direito Mahany Vanelli, de 29 anos, as prioridades da cidade precisam ser revistas. Outras áreas mereceriam mais atenção.

“A cidade precisa começar de novo, mas falta planejamento. As autoridades têm é que construir casas para desabrigados e elaborar projetos de saúde, trânsito e educação”, defendeu.

A Prefeitura de Niterói informou que a tomada de preços refere-se à execução do projeto básico estrutural e de fundações do prédio da torre. O resultado da licitação será entregue ao Governo do Estado. E os recursos serão provenientes de um convênio entre o Estado e o Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo.(Fluminense)

terça-feira, 22 de junho de 2010

40 anos do Tri no México

Foi a melhor time em campo de todos os tempos, deixando para trás times como Real Madrid de Puskas, o Flamengo de Zico e até outras seleções brasileiras. Ontem fez 40 anos da conquista no México.


Dia 22 de Junho - Dia Internacional do Fusca

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Violência causa prejuízo: medo ronda o maior polo comercial de Niterói

Segundo a polícia, cerca de 60% das ocorrências de assaltos a pedestres registradas no Centro da cidade ocorrem em ruas no entorno de praça e shopping center

As ruas XV de Novembro, Almirante Tefé, Andrade Neves e Avenida Visconde do Rio Branco passaram a formar o quadrilátero do medo, no Centro, em função dos constantes assaltos a pedestres. Juntamente com as praças do Rink e JK, as vias são responsáveis por 60% dos roubos registrados na 76ª DP (Centro), contra pessoas que transitam e fazem compras no principal centro comercial da cidade, que abriga grandes lojas e um shopping. 

Por ser também um polo universitário, devido à proximidade dos campi da Universidade Federal Fluminense (UFF), muitas vítimas são estudantes, que para evitar serem presas fáceis dos ladrões, passaram a sair em grupo, das faculdades. 

Segundo o delegado Luiz Antônio Businaro, a falta de um maior policiamento na região e o envolvimento de menores em boa parte dos crimes dificultam a redução  do número de assaltos naquela área. “Mas é bom ressaltar que a falta de polícia na região não é culpa do comandante (responsável pelo policiamento) da área. Infelizmente ele (tenente-coronel PM Ruy França) tem um efetivo reduzido e não dá para deixar de plantão uma viatura em cada esquina do Centro. Outro problema é que muitos assaltos são praticados por menores que são detidos, mas voltam logo para as ruas devido à lei que os protegem”, critica Businaro. 

O delegado, porém, lembra que a circunscrição da 76ª DP (Centro), que cobre oito bairros (Centro, Ingá, São Lourenço, São Domingos, Ilha da Conceição, Ponta da Areia, e Bairro de Fátima), conseguiu reduzir em mais de 50% e o índice de assaltos a pedestres foram 684 registros de assaltos a pedestres em 2009 de janeiro a maio, contra 321 no mesmo período este ano. “Se for considerar a estatística geral da delegacia, reduzimos em mais da metade o número de assaltos a pedestres nesses primeiros cinco meses do ano em comparação ao mesmo período de 2009. Agora, infelizmente,  aquela região do Centro é crítica e abarca em torno de 60% dos registros desta modalidade de crime”, informa.

Temor de ser a próxima vítima

Para o vice-presidente do Conselho Municipal de Segurança, Leonardo Santiago de Barros, também é preciso reprimir o consumo de drogas na localidade. “Afinal, muitos assaltantes dali são menores e moradores de rua, viciados em crack”, justifica. 

O comandante do 12º BPM (Niterói), tenente-coronel Ruy França, informa que há um mês aumentou o efetivo, colocando mais 60 PMs nas ruas do Centro. “Pus diversas duplas de PMs fazendo rondas a pé nestas ruas que têm tido mais ocorrências de assaltos. Tenho certeza de que em pouco tempo este alto número de assaltos naquela região do Centro vai cair”, promete.

A  comerciária Lidiane Jéssica Quaresma Freitas, de 18 anos, foi uma das vítimas da violência na área. Ela conta que foi assaltada na Rua Andrade Neves, há duas semanas, quando saía do shopping. “Levaram meu celular e R$ 250. Era um homem branco, alto, de mais ou menos 30 anos”, lembra , triste com o prejuízo. 

A vendedora Ana Carolina Jardim, de 18 anos, conhece outra vítima. Segundo ela, há um mês o namorado de sua amiga teve o carro levado na Avenida Rio Branco, esquina com a XV de Novembro. “Ele esperava minha amiga sair do shopping e foi rendido por um homem armado”, contou. 

Universitário teve celular, notebook e roupas roubados na Rua Andrade Neves

O estudante universitário Filipe Tavares, de 19 anos, também foi vítima. Em março, ele teve sua mochila com notebook, celular e roupas roubados na Rua Andrade Neves, esquina com a Rua São Sebastião. “Fui rendido por três homens que diziam estar armados. Eles não mostraram as armas, mas preferi não arriscar”, relata. 

A universitária Maria Fernanda Pinho, de 25 anos, relata que uma amiga presenciou um assalto na Rua Almirante Tefé, e passou a ter medo de circular pela região. “Ela ficou traumatizada e tem medo até hoje de passar por aqui”, lembra a jovem, que também se mostra temerosa em circular pela área.

Há um mês, outra universitária, Marcelle Morette, de 21,  contou que foi abordada por ladrões, mas teve melhor sorte. “Passavam pela Praça JK quando o homem negro e alto me abordou pedindo a minha bolsa. Como desconfiei que ele apenas fingia estar armado, decidi gritar por socorro. Ele acabou fugindo”, conta a estudante.

A analista de sistemas Emanuelle Machado, de 26 anos, apesar de não ter sido assaltada, também tem medo de ser a próxima vítima. “Passo todos os dias à noite por estas ruas. Fico com medo, mas não tenho opção. Acho que aqui deveria ter mais policiais fazendo ronda e cabines da PM”, avalia.

Relembre alguns casos só neste primeiro semestre:

02/02
No mês de fevereiro, Luiz Cláudio Gonçalves, de 27 anos, foi preso por policiais do 12º BPM (Niterói) depois de roubar, armado com uma faca, a bolsa de uma mulher. O assalto aconteceu na Rua XV de Novembro, no Centro da cidade.  O rapaz foi indiciado na 76ª DP (Centro) por assalto à mão armada. 

15/02
Um homem, identificado por policiais militares do 12º BPM em Niterói como Alan Carlos Marinho Júnior, de 21 anos, foi preso  na Avenida Visconde do Rio Branco, no Centro, quando tentava fugir carregando uma bolsa com dinheiro e documentos de uma  mulher. O suspeito estaria armado com uma faca, que foi apreendida pelos militares. O caso foi registrado na 78ª DP, no Fonseca.

05/04
Um estabelecimento que promove apostas de corridas de cavalo, na Rua da Conceição, no Centro de Niterói, foi roubado durante a noite. Seis bandidos armados teriam feito refém o supervisor de operações e levado R$ 30 mil, além de computadores do comércio.

08/04
O boato de que centenas de criminosos estariam promovendo arrastões pelas ruas da cidade levou pânico a quem passava no Centro, próximo à Praça do Rink e ao shopping da região. Logo as ruas foram ocupadas por carros de polícia e mais de 50 agentes armados das políciais Civil e Militar. Até o Batalhão de Choque (BPChoque) da PM foi chamado. Um helicóptero da PM sobrevoou a cidade, numa cena que parecia de guerra.(Fluminense)

Incêndio destrói madeireira no bairro do Gradim, em São Gonçalo

Bombeiros precisaram de reforços de grupamentos de Niterói e Itaboraí para controlar as chamas. Funcionários suspeitam que balão caído no local teria iniciado o fogo

Um incêndio atingiu uma madeireira localizada na Rua Visconde de Itaúna, no bairro do Gradim, em São Gonçalo, na madrugada desta segunda-feira. 

O estabelecimento conhecido como Galpão Gradim foi destruído pelas chamas, mas ninguém se feriu.
Cerca de 20 homens do Corpo de Bombeiros de Niterói e de Itaboraí foram acionados para dar apoio operacional à equipe de São Gonçalo.

Os bombeiros ainda não sabem o que teria provocado o fogo, mas, segundo um marceneiro que trabalhava no local, Osni Alessandro, de 34 anos, o incêndio teria sido provocado por um balão que caiu no local.

Ainda segundo Osni, a madeireira teve prejuízos com a perda de dez máquinas de grande porte queimadas no incêndio e mais quinze máquinas manuais, além de grande quantidade de madeiras e móveis.(Fluminense)

domingo, 20 de junho de 2010

Balão teria causado incêndio em área de preservação na Zona Sul do RJ



Fogo atingiu o Morro dos Cabritos e também os parques do Cantagalo e da Catacumba, ambos na Lagoa Rodrigo de Freitas. Ainda existem focos de chamas no local, dizem os bombeiros

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Parque da Catacumba e o Morro dos Cabritos, na Lagoa Rodrigo de Freitas, área de preservação situada em zona nobre do Rio de Janeiro. Segundo os bombeiros, que ainda trabalham no local, o incêndio está controlado desde as 3h da manhã, mas por causa dos fortes ventos, há possibilidade de o incêndio recomeçar.

O secretário de Saúde e Defesa Civil do estado, Sergio Côrtes, acompanhou parte do trabalho dos bombeiros durante a madrugada, quando os moradores dos prédios próximos chegaram a deixar suas casas.
Soldados de oito quartéis de bombeiros, inclusive os de Copacabana, Humaitá e Rio Comprido, ajudaram no combate às chamas, que podiam ser vistas de bairros próximos como o Jardim Botânico e a Gávea, além da própria Lagoa Rodrigo de Freitas.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Machado, confirmou, ainda durante a madrugada, que o incêndio que atingiu o Parque de Cantagalo e os o Morro dos Cabritos foi causado por um balão. As declarações do comandante foram dadas com base em testemunho de moradores, que presenciaram o momento em uma bucha de balão teria dado início ao incêndio.

As chamas se alastraram rapidamente devido aos fortes ventos e ao fato de a vegetação encontrar-se seca. Não há registro de feridos e nem de danos a residências. 

Paes anuncia plano de emergência

A prefeitura do Rio de Janeiro vai colocar em prática um plano de emergência para recuperar as áreas de preservação ambiental do Parque da Catacumba e do Morro dos Cabritos, na Lagoa Rodrigues de Freitas, afetadas por um incêndio provocado por uma bucha de balão nesta madrugada.

O prefeito, Eduardo Paes, disse que o município vai reflorestar a área. Na avaliação de Paes, o incêndio aitingiu uma área de cerca de quatro hectares, o equivalente a quatro vezes o estádio do Maracanã. Ele criticou o uso de balões nas festas juninas, “uma brincadeira sem graça e que devasta a vegetação colocando em risco a vida da população que mora próxima ao local do incêndio”.

Os morros da Catacumba e dos Cabritos fazem parte de uma área de Preservação Ambiental e estão localizados em um ponto nobre da zona sul da cidade.(Agência Brasil / foto: Reynaldo Dias de Moraes e Siilva/VC no G1).

Candidatura de Gabeira para Governo do Rio é oficializada em Niterói


Evento, que foi realizado no Clube Canto do Rio, em São Domingos, contou com a presença dos candidatos à Presidência da República, Marina Silva e do ex-governador José Serra

Foi realizada neste sábado a convenção que oficializou a candidatura do deputado federal Fernando Gabeira (PV) ao Governo do Estado. O candidato irá encabeçar a chapa da coligação entre PV, PSDB, PPS e DEM, que terá, como candidatos ao Senado, o ex-prefeito do Rio César Maia (DEM) e o ex-deputado federal Marcelo Cerqueira (PPS). 

Na ocasião, também foi confirmado o nome de Márcio Fortes (PSDB) como vice de Gabeira ao Governo. O evento foi realizado no Clube Canto do Rio, em São Domingos e contou com a participação de cerca de 500 pessoas, dentre militantes e correligionários.

Em seu discurso, o agora candidato ao Governo Fernando Gabeira se reafirmou como um candidato de oposição e garantiu que não fará negociatas. “Nós vamos para as ruas dizer à população que a máquina pública não será loteada entre partidos políticos. Isso não significa que os políticos estarão fora da máquina estatal, mas que estarão apenas políticos que são responsáveis e competentes”, disse o deputado.(Fluminense)

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Supremo cobra explicações

Ministra Ellen Gracie dá 10 dias para Câmara dos Deputados informar sobre votação que prejudica o Rio

 

Brasília - A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Ellen Gracie deu ontem prazo de dez dias para que o presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), se pronuncie sobre a votação da Emenda Pedro Simon, que retira os royalties do petróleo estados produtores. Só o Rio terá prejuízo de R$ 7,3 bilhões. A ministra é relatora do mandado de segurança impetrado pelo deputado Geraldo Pudim (PR-RJ), que apontou desrespeito à Constituição na medida, e decidirá se a Câmara pode deliberar sobre medida aprovada pelo Senado.

 

 No despacho da ministra, ela pede para que a Advocacia Geral da União (AGU) seja notificada do processo. Ellen Gracie deixa claro que tomará sua decisão, mesmo se a Câmara não se pronunciar dentro do prazo. No mandado, é pedida liminar impedindo a votação antes da apreciação do mérito da questão pelo STF.

 

A Emenda Simon, aprovada pelo Senado na madrugada da quinta-feira da semana passada, retira de estados e municípios produtores de petróleo a arrecadação de royalties, que passam a ser distribuídos pelo País inteiro, segundo critérios dos fundos de participação. Tais mecanismos já foram desconsiderados pelo Supremo, mas deputados e senadores ignoram a decisão da Suprema Corte do País.
 
CABRAL COM LULA HOJE

O corte no orçamento do estado do Rio e dos municípios fluminenses será assunto de encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador Sérgio Cabral hoje no Rio. Eles conversarão depois de inauguração da Companhia Siderúrgica do Atlântico, em Santa Cruz.

Espera-se o veto presidencial à Emenda Simon. A expectativa no estado é que o presidente anuncie publicamente sua decisão na visita de hoje ao Rio.

Medalha é questionada

Ontem nos corredores da Alerj, deputados começaram a discutir uma eventual cassação da medalha Tiradentes, maior honraria da Casa, concedida ao senador Pedro Simon (PMDB-RS). Como a homenagem foi prestada por Cabral em 2000, quando era parlamentar na Casa, a maioria dos deputados preferiu não tomar a iniciativa, esperando que o autor da proposta se pronuncie. Cabral não foi localizado ontem para comentar.

A Câmara Municipal do Rio cancelou homenagem feita em 1993 ao deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS), que também tirava recursos dos royalties do estado.

Presidente quer votação rápida

Apesar da polêmica em torno da distribuição dos royalties, o presidente Lula tem pressa na aprovação dos projetos que tratam do marco regulatório do pré-sal. Seu objetivo é que seja leiloado este ano o primeiro bloco de exploração sob o novo regime da partilha, que substitui o de concessão. Ele cobrou do presidente da Câmara Michel Temer (PMDB-SP) a votação das propostas na semana que vem.

O que atrapalha a urgência do presidente a partir de agora deve ser a falta de quórum. A votação estava marcada para a última terça-feira, mas o jogo da seleção na Copa afastou os deputados de Brasília. Além das próximas partidas, os parlamentares estarão entretidos com as festas juninas. A expectativa no Congresso é de presença forte só em julho, antes do recesso, previsto para começar no dia 17.(O Dia)

Estaleiro Aliança, no Barreto, recebe verba para construir mais 19 navios

Novas embarcações serão fabricadas até o ano de 2016 e vão gerar cerca de 930 empregos diretos e indiretos na cidade. Indústria Naval em Niterói comemorou a divulgação da notícia

A indústria naval em Niterói está a pleno vapor. Ontem, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um financiamento equivalente a R$ 1,2 bilhão (US$ 750 milhões) à Companhia Brasileira de OffShore (CBO), do grupo Fischer, para a construção de 19 embarcações de apoio marítimo, no Estaleiro Aliança, no Barreto, em Niterói. Desse total, quatro embarcações já estão contratadas para prestarem serviços à Petrobras. 

Até setembro de 2016, quando os navios devem ser entregues, a obra irá gerar 930 empregos diretos e indiretos na cidade.

Segundo nota do BNDES, este que é um dos maiores empréstimos já realizados pelo banco ao setor naval privado, permitirá que a frota da empresa aumente para 40 embarcações no final do projeto.

Na última quarta-feira, o Estaleiro Aliança anunciou a expansão e modernização de suas instalações, que também serão financiadas com recursos do BNDES e da Marinha Mercante. Os R$ 85 milhões servirão ainda para criar uma nova fábrica de peças, em Guaxindiba, também em São Gonçalo.

Segundo Luiz Maurício Portela, presidente do Estaleiro Aliança, a expansão e a construção da nova unidade do grupo irá gerar 1,2 mil empregos diretos e 3 mil indiretos nos próximos anos.

Frota – O dinheiro, que teve aprovação pela diretoria do BNDES no fim de maio, sairá do Fundo da Marinha Mercante (FMM), do Ministério do Transportes. 

Com os recursos, o grupo brasileiro poderá dobrar sua frota de navios, tornando-se a maior detida por uma empresa de capital nacional. A empresa possui 17 navios e deve concluir a construção de outros dois no segundo semestre deste ano. A informação do bilionário empréstimo foi confirmada pelo BNDES e a CBO.

O objetivo do empréstimo é atender a demanda da Petrobras em suas plataformas de exploração em alto-mar do petróleo do pré-sal. Os 19 navios, dos quais 17 deles poderão transportar 3 mil toneladas de carga máxima e outros dois 4,5 mil toneladas, serão construídos pelo Estaleiro Aliança. Mas apenas quatro dos 19 navios previstos pela CBO já foram licitados pela Petrobras. A empresa aguarda novas rodadas de licitações. 

Unidades de apoio

As embarcações a serem construídas serão do tipo PSV (sigla em inglês para navios de apoio à plataforma). São navios que transportam suprimentos para as plataformas, com capacidade de se manter estáveis em alto-mar, evitando colisões ou afastando-se das grandes estruturas de perfuração flutuantes. 

As 19 embarcações, do tipo PSV 3000 e PSV 4500, serão empregadas no transporte de suprimentos de plataformas de exploração e produção de petróleo no mar. A frota atual da CBO é de 17 embarcações em operação, com mais quatro em construção, sendo a maioria delas do tipo supridores de plataformas (PSV).
Expansão – Para atender os critérios de uso de componentes de fabricação nacional, a empresa utilizará sua unidade, o Estaleiro Aliança, no Barreto, em Niterói, onde serão produzidos os blocos de aço para os navios. 

A CBO do grupo Fischer, que atua também na produção de suco de laranja e maçã e é controlada pela família de mesmo nome, se dedicou nos últimos anos em atividades de navegação especializada ao apoio offshore. A empresa não informa seu faturamento, mas sua receita gira em aproximadamente R$ 200 milhões, segundo estimativas.(Fluminense)

Morre escritor português José Saramago, aos 87 anos

O escritor José Saramago, primeiro Prêmio Nobel português, morreu nesta sexta-feira em sua casa aos 87 anos, informou a editora que publica os livros do autor na Espanha, a Alfaguara.

O autor, cuja frágil saúde provocou temores sobre sua vida há alguns anos, publicou no final de 2009 seu último romance "Caim", um olhar irônico sobre o Velho Testamento, muito criticado pela Igreja.

(Reportagem de Inmaculada Sanz- Msn)

quinta-feira, 17 de junho de 2010

MP denuncia Godofredo Pinto por falsidade ideológica

Ex-prefeito de Niterói teria feito declarações falsas referentes ao pagamento de gratificações. Paulo Nazareth, ex-procurador-geral do município, também estaria envolvido

O Ministério Público Estadual denunciou, por intermédio do promotor Cláudio Calo, titular da 4ª Promotoria de Investigação Penal da 2ª Central de Inquéritos, o ex-prefeito de Niterói Godofredo Pinto, que teria deixado de cumprir ordem judicial legal e por suposta falsidade ideológica. Por este último, também é acusado Paulo Nazareth, ex-procurador-geral do Município.

A denúncia, que está na 5ª Vara Criminal de Niterói, descreve que Godofredo deveria ter cumprido sentença e acórdãos cíveis condenatórios prolatados, respectivamente, pela 6ª Vara Cível e pela 10ª Câmara Cível, entre 2005 e 2008. 

O ex-prefeito teria recebido várias intimações, mas as ignorou, incidindo, assim, no crime de responsabilidade. Ele foi intimado porque, no exercício do mandato, o Município foi condenado a pagar gratificações de produtividade técnica, além dos valores atrasados, a dois ex-servidores, procuradores municipais aposentados, mas teria recusado-se a cumprir as decisões judiciais. 

Quanto ao crime de falsidade ideológica, a denúncia afirma que, em junho de 2007 o ex-prefeito e o ex-procurador teriam inserido declarações falsas referentes ao pagamento das gratificações. O documento dizia que as decisões haviam sido cumpridas, mas, na realidade, os pagamentos não foram realizados integralmente. 

Os crimes possuem penas máximas de três anos pelo descumprimento de decisão judicial por parte de prefeito e cinco anos pela falsidade ideológica, acrescida esta última de um sexto.
Godofredo informou que não foi notificado pelo MP.

“Não fui chamado para prestar esclarecimentos. Não sei de nenhum processo. Quero saber por que o MP informou a imprensa e não as partes envolvidas?”, contou o ex-prefeito.
Paulo Nazareth não foi localizado pela reportagem.(Fluminense)

Lei Seca: veículo oficial da Alerj é apreendido por falta de vistoria

Um carro oficial da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) foi apreendido, por volta das 20h30m de segunda-feira, numa blitz da Operação Lei Seca na Avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca. Segundo o porta-voz da Operação Lei Seca, Carlos Alberto Lopes, o Bora, placa LKJ 3217, foi rebocado porque estava com a vistoria anual obrigatória atrasada: a última foi realizada em 2008. O veículo estava sendo conduzido por José Alberto F. dos Santos, que transportava três menores.

De acordo com Lopes, Alberto alegou que os menores eram filhos seus e de um diretor da Alerj. Ao ser informado de que teria o carro rebocado, Alberto teria começado a fazer telefonemas, citando em voz alta nomes de deputados estaduais. Além disso, por volta das 22h20m, o motorista teria retornado ao local da blitz para fotografar os policiais que o abordaram. Ele também foi multado porque os três menores estavam sem cinto de segurança.

— A Operação Lei Seca vai continuar cumprindo o que determina o artigo 5º da Constituição Federal: que todos são iguais perante a lei, independente de qualquer natureza — afirmou o porta-voz da Lei Seca.

Em nota, a Diretoria de Comunicação da Alerj confirmou que o Bora pertence ao Parlamento, mas negou que a vistoria esteja atrasada. Segundo a Alerj, o Bora foi apreendido porque o motorista estava apenas com a xerox do documento do carro, “para evitar a perda dos documentos”. Por conta da apreensão do Bora, a Alerj informou que vai distribuir os documentos oficiais aos motoristas.

A Alerj confirmou que Alberto é funcionário da Casa. A Assembleia, entretanto, não informou à imprensa o nome do diretor e nem a quem o Bora servia.(Extra)

Professores da rede municipal fazem nova greve na quinta-feira, dia 17

Categoria pede reajuste de 30%, mudança na jornada de trabalho para 30 horas, entre outras reivindicações. Na semana passada grupo fez paralisação que durou dois dias

Os professores da rede municipal de Educação vão realizar mais uma paralisação na próxima quinta-feira, dia 17. Os profissionais reivindicam um reajuste de 30%, a implementação de um plano de carreira, mudança da jornada de trabalho para 30 horas semanais, reabertura de algumas unidades escolares fechadas desde as chuvas, entre outros.

Na semana passada, os professores já haviam realizado uma paralisação de 48 horas que, de acordo com o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), teve adesão de 60% da categoria.(Fluminense)

Gringos acreditam que 'Cala a boca, Galvão' é uma campanha para salvar pássaros em extinção


A frase "Cala a boca, Galvão" apareceu como um dos assuntos mais comentados pelo "Twitter" no mundo. E ainda na onda da brincadeira, circula na internet um cartaz que ilustra o pensamento dos gringos sobre a frase. Eles acreditam que "galvão" é um pássaro em extinção e que o "cala boca" seria como um "salve". Sendo assim, cada vez que alguém escreve a frase "Cala a boca, Galvão" no "Twitter", arrecadaria R$ 0,10 para a Galvão Bird's Foundation.

O internauta identificado no microblog como @brunohungaro explicou para os gringos o verdadeiro sentido da brincadeira. "Os gringos não entenderam a popularidade do "Cala a boca, Galvão".(SRZD)

quarta-feira, 16 de junho de 2010

9º Encontro de Veículos Antigos Nacionais do Rio de Janeiro

 

Dia 20 de junho de 2010

Local: Museu Militar Conde de Linhares – Av. Pedro II, 383 – Próximo à Quinta da Boavista – São Cristóvão – Rio de Janeiro – RJ
Horário: das 9 às 17 horas
A entrada dos veículos antigos é FRANCA, contudo solicitamos doação de 1 kg de alimento não perecível, ou ração para cão ou gato, para instituições beneficentes.
Realização e organização:  AGMH Antigomobilistas

Informações:

Armando: (21) 9101-4621
Guilherme: (21) 8159-9670
Max: (21) 9977-7821
Hélio: (21) 9981-3682

Recém-nascido é encontrado dentro de sacola em rua de Niterói

Um recém-nascido foi encontrado, na manhã desta quarta-feira, na Rua Mario Joaquim Santana, no Bairro de São Francisco, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. O bebê foi deixado dentro de uma sacola.
Policiais militares do 12º BPM (Niterói) informaram que o recém nascido estava enrolado em restos do cordão umbelical. Depois de socorrido, ele foi levado para o Hospital Mário Monteiro, no bairro do Cafubá. O estado de saúde da criança e o sexo não foram informados.

Catamarã tem problemas no motor no meio da Baía de Guanabara

Embarcação teve que reduzir velocidade no meio da travessia.
Passageiros reclamaram do atraso na chegada à Praça XV.

Um problema técnico num dos motores do catamarã “Urca”, na manhã desta quarta-feira (16), assustou os passageiros que vaziam a travessia de Niterói para a Praça XV, no Rio, às 9h. Segundo a Barcas S.A., a embarcação teve que reduzir a velocidade no meio da Baía de Guanabara.

Com isso, segundo a concessionária, a embarcação chegou com um atraso de seis minutos no píer da Praça XV. O atraso gerou reclamações dos usuários, já que, normalmente, a viagem é feita em 20 minutos.

A Barcas S.A. informou que o catamarã com problemas foi substituído por outra embarcação e que os horários de travessia entre Rio e Niterói estão normais.(G1)

 

terça-feira, 15 de junho de 2010

Faixa "Cala a boca, Galvão!" é retirada com menos de dois minutos de jogo



Exibida com destaque logo que a bola começou a rolar para a estreia brasileira na Copa do Mundo, contra a Coreia do Norte, em Johannesburgo, uma faixa com a frase "Cala a boca, Galvão!" foi recolhida rapidamente nas arquibancadas do estádio Ellis Park, nesta terça-feira. 

O adereço estava colocado exatamente no centro do campo, pouco acima das placas de publicidade, e endossava campanha iniciada no Twitter, desde a última sexta. 

Bastou começar o jogo inaugural do Mundial na África do Sul, entre a equipe da casa e o México, que os temas ligados ao torneio já estavam entre os dez mais comentados no famoso microblog. E o assunto que liderava o ranking era justamente "Cala a boca Galvão", referindo-se ao locutor esportivo da "Rede Globo". 

Enquanto os internautas brasileiros na rede zombavam com recados como "a maior mobilização brasileira depois das Diretas Já", alguns estrangeiros não entendiam o sentido da campanha.  (Folha de São Paulo)

Os mistérios da Serra da Beleza em debate no Seminário de Ufologia Avançada, neste domingo, no Rio de Janeiro

Neste domingo, 07 de março, será realizada no Salão de Convenções do IBAM, Rio de Janeiro, mais uma edição da série Seminário de Ufologia Avançada. Com base no tema central do evento, Portais Ufológicos, os presentes poderão participar de uma vigília ufológica a ser realizada ainda neste mês, na Serra da Beleza. Esta região é de extrema importância para o ufólogo e co-editor da Revista UFO Marco Antonio Petit, que apresentará na ocasião a palestra OVNIs na Serra da Beleza, relatando o que mudou totalmente sua vida. Além de investigar centenas de contatos de diferentes graus mantidos pelos moradores da área, o conferencista vivenciou um profundo processo de interação com as inteligências responsáveis pelos fenômenos, que permitiram a obtenção de dezenas de fotos e que ajudaram a fundamentar sua visão transcendente da presença extraterrena. Conheça todos os detalhes nesta palestra.
Outro assunto polêmico, Projeto Hessdalen, será debatido pelo consultor da Revista UFO Arthur Sérgio Neto. Nessa palestra o conferencista abordará e apresentará todos os detalhes da maciça presença dos UFOs no vale de Hessdalen, na Noruega, onde investigadores detectaram interessantes fenômenos luminosos, que pareciam ter origem natural, mas convivendo com uma presença acentuada dos discos voadores, que, como na Serra da Beleza, não só interagiam com os pesquisadores como foram documentados também mediante inúmeras fotografias. Serão apresentadas cenas do documentário Portal [DVD-032], que aborda único e exclusivamente este assunto e que está à venda no Shopping UFO.
O Salão de Convenções do IBAM fica no Botafogo, Humaitá, próximo da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro. A inscrição para o evento custa R$ 25,00 e será realizada no dia 07 a partir das 14h00. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (21) 9584-1014 ou pelo e-mail marcoantoniopetit@gmail.com. Apoio: Revista UFO (www.ufo.com.br).

Fluminense, finalmente, anuncia o atacante Emerson 'Sheik'

O Fluminense anunciou na noite desta segunda-feira o atacante Emerson como novo reforço para a temporada. Em reunião realizada à noite na sede da Unimed, patrocinadora do clube, com a presença de Celso Barros, ficaram acertadas as bases do contrato do Sheik: dois anos e um salário das Arábias, de cerca de R$ 300 mil por mês.

Também estavam na reunião os representantes do jogador e o vice de futebol tricolor, Alcides Antunes. Emerson será apresentado na quarta-feira, nas Laranjeiras. Ele chega ao Tricolor para formar dupla de ataque com Fred e acabar com a carência no setor deixada por Maicon, negociado com o futebol russo no início do ano.

Segundo informações de fontes ligadas à Unimed, o Fluminense teve de pagar cerca de R$ 1,3 milhão, valor referente à multa rescisória exigida pelo Al-Ain, que tinha mais um ano de contrato com o jogador.

“Nossa expectativa é a melhor possível, mas deixa para eu falar mais na quarta-feira”, desconversou o vice-presidente de futebol, Alcides Antunes.

A contratação de Sheik, porém, gerou um fato curioso em sites de redes sociais na Internet, como o Twitter. Logo após o anúncio, flamenguistas, insatisfeitos com a “traição” de Emerson, que até pouco tempo negociava seu retorno ao clube da Gávea, e alguns tricolores, contrários à contratação de um jogador ligado ao rival, começaram a mandar mensagens ofensivas.

Vale lembrar que Emerson já declarou diversas vezes torcer para o Flamengo e revelou que, inicialmente, sua vontade era voltar para a Gávea.

A apresentação ainda não tem hora definida, mas, a princípio, foi marcada para quarta por conta do jogo da seleção brasileira, que estreia hoje na Copa. Com passagens pelo São Paulo e Flamengo, o Fluminense será o terceiro clube brasileiro no currículo do jogador, que tem 31 anos. A chegada do Sheik automaticamente implica na desistência da contratação do atacante Araújo.(O Dia)

Correria por jogo do Brasil provoca confusão no trânsito

Motoristas enfrentam engarramentos na saída da ponte e nos acesso aos bairros do Fonseca, Centro e Icaraí. Barcas fazem viagens extras para atender a demanda

A movimentação de torcedores para acompanhar a estreia do Brasil na Copa já causa tumulto nas ruas de Niterói. Nas proximidades do Terminal Rodoviário João Goulart, no centro da cidade, há correria de passageiros e trânsito muito congestionado. 

Os engarrafamentos seguem também pela Feliciano Sodré e Avenida do Contorno, nos dois sentidos. Na ponte Rio-Niterói, o fluxo de veículos é intenso, com lentidão desde a descida do vão central até a praça do pedágio.
Há problemas também na Avenida Roberto Silveira, nos dois sentidos e nos acessos a praia de Icaraí, onde haverá festa e trio-elétrico para os torcedores, após o jogo. 

Estabelecimentos comerciais de vários bairros já fecharam as portas e o barulho de cornetas se espalhou pela cidade.

As barcas também apresentam grande movimentação de passageiros, mas ainda não há registros de confusão. De acordo com informações da concessionária, embarcações extras foram disponibilizadas para atender a demanda. Barcas da Praça XV para Niterói estão saindo com intervalos de 10 minutos.(Fluminense)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Veja os parlamentares que mais gastam combustível e os que menos gastam

(Jornal Extra)

Um dia depois de fugir, macacos voltam ao zoológico de Niterói

Dos 8 fujões, 7 já retornaram e o único solto está entre as árvores do zoo. Segundo diretora, eles abriram uma fenda no recinto onde vivem.

A fuga de oito macacos-prego agitou o zoológico de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, no último domingo (13). Segundo a diretoria da unidade, sete deles já voltaram ao recinto onde vivem, que teve parte da grade violada pelos próprios animais.

“Eles são muito levados. Estamos providenciado a troca da estrutura que estava velha ainda nesta segunda-feira (14)”, contou a diretora Giselda Candiotto. “Ainda tem um do lado de fora e os que já voltaram vão dando comida pela grade”, relata ela, que acredita que todos estejam de volta em ‘casa’ em breve.

Apesar de terem saído do recinto, Giselda conta que os macacos não saíram do zoológico. “Eles passaram o dia brincando pelas árvores e fizeram a alegria dos visitantes. Graças a Deus não houve nenhum incidente”, afirma ela.

Um episódio semelhante de fuga, de acordo com a diretora, aconteceu há 15 anos. Hoje, o Zoonit tem, ao todo, 47 macacos-prego.(G1)

 

Presidente Lula diz que 'emprestar dinheiro aos mais pobres é bom negócio'

O aumento do acesso ao crédito foi o tema principal do pronunciamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira, em seu programa institucional de rádio, "Café com o presidente". Ele afirmou que emprestar dinheiro às classes socioeconômicas menos favorecidas é bom negócio, porque "o maior patrimônio do pobre é o seu nome e sua cara".

"Acho que está provado que é um grande negócio a gente emprestar dinheiro para as pessoas mais pobres deste país, para os pequenos, porque o retorno é imediato", afirmou Lula, se referindo ao programa de microcrédito rural Agroamigo, cujos empréstimos para pequenos agricultores totalizaram R$ 1,3 bilhão em cinco anos, de acordo com o Banco Nacional do Nordeste (BNB). O presidente completou dizendo que a taxa de inadimplência é baixa, de 3%.

"Às vezes, você empresta R$ 1 bilhão para um empresário só e ele gera apenas 200 ou 300 empregos, ou seja, significa que você emprestar mais dinheiro para o pequeno é um grande negócio neste país", destacou ainda. O presidente Lula também falou a respeito de outro programa do Governo Federal, o ProJovem Urbano, e sobre uma visita recente ao Nordeste, para inspecionar obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). (Agência Brasil)

sábado, 12 de junho de 2010

1º Encontro Interclubes em São Gonçalo - RJ - 13 de junho de 2010

1º Encontro Interclubes em São Gonçalo, dia 13 de junho de 2010, Rua Dr.  Francisco Portela (em frente a UERJ – Faculdade de Formação de Professores) Bairro Patronato – São Gonçalo. Realização ACVAMERJ (Associação dos Clubes de Veículos e Antiguidades Mecânicas do Rio de Janeiro).

Hamilton encerra domínio da RBR nos treinos e faz a pole do GP do Canadá

Inglês acaba com série de sete treinos classificatórios da equipe austríaca. Felipe Massa larga apenas na sétima posição, três atrás de Fernando Alonso

A pole position já parecia lugar cativo dos carros da RBR em 2010. Afinal, foram sete poles nas sete primeiras corridas do ano. Mas neste sábado o panorama finalmente mudou. No oitavo treino classificatório desta temporada, o domínio foi encerrado por uma volta sensacional de Lewis Hamilton já com o cronômetro zerado. O inglês da McLaren vai largar na pole position do GP do Canadá, após marcar o tempo de 1m15s105, 268 milésimos à frente de Mark Webber, o segundo colocado. Sebastian Vettel, companheiro do australiano na equipe austríaca, ficou na terceira posição do grid de largada. (G1)

Roth surpreende, deixa o Vasco e acerta com o Inter-RS

O técnico Celso Roth surpreendeu e deixou o Vasco da Gama para assumir o comando do Inter-RS. Roth vai para o clube gaúcho acompanhado do auxiliar técnico Humberto Ferreira. Os preparadores físicos Fábio Mahseredjian, Flávio Soares e Élio Carravetta e o preparador de goleiro Clemer permanecem na comissão técnica.

A apresentação oficial será na próxima terça-feira, no Beira-Rio, em horário a ser definido.
Celso Roth começa a comandar o time a partir do dia 18 de junho, quando o grupo de jogadores se reapresenta para a intertemporada de treinos.

No Gigante da Colina, Roth conseguiu apenas uma vitória na segunda passagem pelo clube. Foi justamente sobre o Inter, numa virada incrível: depois de sair para o intervalo perdendo por 2 a 0, virou a partida para 3 a 2. Nos outros quatro jogos, três derrotas e um empate.(O Dia)

sexta-feira, 11 de junho de 2010

145 anos da Batalha de Riachuelo


A Força Naval Brasileira comandada por Barroso, estava fundeada no Rio Paraná próximo à Cidade de Corrientes, na noite de 10 para 11 de junho de 1865.

O plano paraguaio era surpreender os navios brasileiros na alvorada do dia 11 de junho, abordá-los e, após a vitória, rebocá-los para Humaitá. Para aumentar o poder de fogo, a força naval paraguaia, comandada pelo Capitão-de-Fragata Pedro Ignácio Mezza, rebocava seis chatas com canhões. A Ponta de Santa Catalina, próxima à foz do Riachuelo, foi artilhada pelos paraguaios. Havia, também, tropas de infantaria posicionadas para atirar sobre os navios brasileiros que escapassem.

No dia 11 de junho, aproximadamente às 9 horas, a força naval brasileira avistou os navios paraguaios descendo o rio e se preparou para o combate. Mezza se atrasara e desistiu de iniciar a batalha com abordagem. Às 9 horas e 25 minutos, dispararam-se os primeiros tiros de artilharia. A força paraguaia passou pela brasileira, ainda imobilizada, e foi se abrigar junto à foz do Riachuelo, onde ficou aguardando.
Após suspender, a força naval brasileira desceu o rio, perseguindo os paraguaios, e avistou-os parados nas proximidades da foz do Riachuelo.

Desconhecendo que a margem estava artilhada, Barroso deteve sua capitânia, a Fragata Amazonas, para cortar possível fuga dos paraguaios. Com sua manobra inesperada, alguns dos navios retrocederam, e o Jequitinhonha encalhou em frente às baterias de Santa Catalina. O primeiro navio da linha, o Belmonte, passou por Riachuelo separado dos outros, sofrendo o fogo concentrado do inimigo e, após passar, encalhou propositadamente, para não afundar.

Corrigindo sua manobra, Barroso, com a Amazonas, assumiu a vanguarda dos outros navios brasileiros e efetuou a passagem, combatendo a artilharia da margem, os navios e a chatas, sob a fuzilaria das tropas paraguaias que atiravam das barrancas.

Completou-se assim, aproximadamente às 12 horas, a primeira fase da Batalha. Até então, o resultado era altamente insatisfatório para o Brasil: o Belmonte fora de ação, o Jequitinhonha encalhado para sempre e o Parnaíba, com avaria no leme, sendo abordado e dominado pelo inimigo, apesar da resistência heróica dos brasileiros, como o Guarda-Marinha Greenhalgh e o Marinheiro Marcílio Dias, que lutaram até a morte.
Então, Barroso decidiu regressar. Desceu o rio, fez a volta com os seis navios restantes e, logo depois, estava novamente em Riachuelo.

Tirando vantagem do porte da Amazonas, Barroso usou seu navio para abalroar e inutilizar navios paraguaios e vencer a Batalha. Quatro navios inimigos fugiram perseguidos pelos brasileiros.

Antes do pôr-do-sol de 11 de junho, a vitória era brasileira. A Esquadra paraguaia fora praticamente aniquilada e não teria mais participação relevante no conflito. Estava, também, garantido o bloqueio que impediria que o Paraguai recebesse armamentos do exterior, inclusive os encouraçados que encomendara na Europa.

Foi a primeira grande vitória da Tríplice Aliança na guerra e, por isto, muito comemorada.

Com a vitória em Riachuelo, com a retirada dos paraguaios da margem esquerda do Paraná e a rendição dos invasores em Uruguaiana, a opinião dos aliados era de que a guerra terminaria logo. Isso, porém, não ocorreu. O Paraguai era um país mobilizado e Humaitá ainda era uma fortaleza inexpugnável para os navios de madeira que venceram a Batalha Naval do Riachuelo. A guerra foi longa, difícil e causou muitas mortes e sacrifícios. Foi nela, que brasileiros de todas as regiões do País foram mobilizados conheceram-se melhor e trabalharam juntos para a defesa da Pátria. Consolidou-se, assim, a nacionalidade.(Blog Força Naval)

Flamengo fecha com seu primeiro reforço

Zagueiro Jean deve assinar contrato com o clube nesta sexta-feira

O Flamengo sacramentará a contratação de seu primeiro reforço para a dipusta do Campeonato Brasileiro deste ano. O zagueiro Jean, que já defendeu Corinthians e São Paulo e, atualmente estava no FC Moscou, já realizou os exames médicos na Gávea e é esperado, na manhã desta sexta-feira, para assinar contrato com o clube até dezembro de 2011.

O empresário do jogador, Jorge Morais, confirmou que Jean está muito próximo de vestir a camisa rubro-negra. 

- Já está tudo certo. Estávamos negociando há duas semanas e só falta mesmo assinar para o jogador ser do Flamengo - afirmou.

O diretoria do Flamengo confirmou a negociação.(Lancenet)

Boa Notícia

Lei da ficha limpa vale para as eleições de 2010, diz TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definiu nesta quinta-feira (10), por 6 votos a 1, que a lei da ficha limpa vale para as eleições de outubro deste ano. Com isso, políticos condenados pela Justiça em decisão colegiada em processos ainda não concluídos não poderão ser candidatos no pleito de outubro.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Pré-sal: Senado aprova modelo de partilha e Fundo Social

Brasília - O Senado aprovou, na madrugada desta quinta-feira, por 38 votos a 31 e com uma abstenção, o substitutivo do líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR), que cria o Fundo Social e institui o modelo de partilha. A sessão ordinária da Casa começou às 15h desta quarta.

O substitutivo apresentado por Jucá condensa em um só projeto a criação do fundo social e o regime de partilha. Desta forma, a polêmica questão sobre a divisão dos royalties (que originalmente era parte do projeto que cria a partilha) ficou destacada e só será apreciada depois das eleições, na possível data de 9 de novembro.

O projeto aprovado nesta quinta-feira pelo Senado determina que os recursos obtidos com a exploração do petróleo na camada pré-sal (provenientes da venda do petróleo, gás natural e outros insumos, dos royalties e da participação especial que cabem à União, entre outros) sejam destinados a políticas públicas em educação, cultura, meio ambiente, saúde, ciência e tecnologia e combate à pobreza. Além disso, os recursos também serão incorporados ao fundo soberano. O fundo social vai priorizar municípios brasileiros com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Emenda polêmica

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) apresentou, nessa quarta-feira, uma emenda que trata da distribuição de royalties do petróleo ao substitutivo de Romero Jucá. O texto causou mal-estar no Senado, mas foi aprovada pelos senadores em votação na madrugada desta quinta-feira. A emenda foi acatada por 41 votos a 28.

A proposta do senador Pedro Simon (PMDB-RS) trata da divisão dos royalties do pré-sal e causou polêmica, já que os senadores haviam concordado em apreciar a divisão dos royalties somente após o pleito de outubro.

Pedro Simon propõe que a União arque com os prejuízos que Estados e municípios produtores de petróleo terão com a emenda Ibsen, aprovada na Câmara no início do ano. O texto aprovado pelos deputados redistribui os royalties e os recursos da participação especial igualmente entre Estados e municípios, levando em consideração, ainda, a divisão de acordo com os fundos de Participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM). Pela proposta de Simon, a União abriria mão de R$ 9 bilhões para ressarcir os Estados e municípios.

O líder do governo no Senado afirmou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode vetar a emenda de Simon. Como o projeto original veio do Executivo, passou pela Câmara e sofreu alterações, ele retorna para apreciação dos deputados antes de seguir para sanção ou veto do presidente.

O senador Renato Casagrande (PSB-ES) afirmou que pedirá ao governador do Estado, Paulo Hartung (PSB), que peça a inconstitucionalidade da emenda de Simon. "Já conversei com o governador e ele está ciente. Pedi que entre no Supremo (Tribunal Federal) com o pedido de inconstitucionalidade. Temos que nos proteger na justiça, já que o Senado votou essa quebra do equilíbrio federativo", disse. Casagrande, no entanto, acredita que o presidente Lula vetará a emenda.

Emenda Ibsen

A proposta do deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) enfrentou grande resistência dos parlamentares dos Estados produtores de petróleo - Rio de Janeiro e Espírito Santo, principalmente. O Rio de Janeiro, por exemplo, perderia R$ 4,8 bilhões em arrecadação já no ano que vem.

50% para educação

Das 35 emendas apresentadas ao substitutivo de Jucá, oito foram acatadas. Entre elas, a proposta que destina 50% dos recursos do fundo social para a educação. Outra emenda aprovada na madrugada desta quinta-feira determina que o esporte também passe a receber recursos do fundo social.

A partilha

Pelo regime de partilha, aprovado nesta quinta-feira pelo Senado, todo o petróleo extraído nos poços em território e mar brasileiros é automaticamente da União, descontados o custo e a participação do óleo excedente. A União, então, realiza leilões entre as empresas interessadas. Atualmente, pelo modelo de concessão, o óleo é entregue às empresas exploradoras da commodity.


O texto aprovado determina, ainda, que a Petrobras seja a operadora de todos os blocos explorados sob o regime de partilha. No entanto, a matéria não veda a participação de consórcios e outras empresas. Nos casos em que o governo considerar como "interesse público", a União entregará o poço de exploração diretamente para a Petrobras, sem a obrigatoriedade de licitar a área.

O que mudou no Senado

O substitutivo (proposta que substitui o projeto original) do senador Jucá acrescentou que pelo menos 5% dos recursos usados para combate à pobreza formassem um fundo específico para a Previdência Social.
Outra mudança no projeto original é a inclusão, no texto, dos itens que instituem o regime de partilha. O modelo de exploração foi anexado ao projeto que institui o fundo social como forma de garantir que a polêmica divisão dos royalties - integrante do projeto que institui a partilha - fosse votada somente depois das eleições.(Terra)

Resort de luxo em área de proteção ambiental gera polêmica em Maricá

Empreitada deve ocupar 5 milhões de metros quadrados. Pesquisadores afirmam que construção vai destruir vegetação e afetar lagoa. Pescadores podem ser prejudicados

Apartamentos luxuosos, campos de golfe, marina para mil barcos são apenas alguns dos atrativos do resort seis estrelas que o município de Maricá deve ganhar nos próximos anos. O empreendimento, porém, causa  polêmica e insatisfação entre moradores das redondezas e pesquisadores. 

Segundo o arquiteto e fundador do Movimento Pró-Restinga Werther Holzer, a previsão é que a empreitada ocupe 5 milhões de metros quadrados de uma área de proteção ambiental, destruindo parte da vegetação nativa. Além disso, com as obras, a lagoa de Maricá seria afetada, o volume de água diminuiria, prejudicando, assim, os cerca de 300 pescadores que dependem da lagoa para sobreviver.

Holzer alerta que a construção é ilegal por se tratar de uma Área de Proteção Ambiental, porém, há duas semanas, a Câmara de Vereadores aprovou projeto da Prefeitura que modifica o código urbano e permite o loteamento da restinga. Segundo ele, espanhóis e portugueses da empresa Madri Lisboa são os responsáveis pelas obras, orçadas em cerca de R$ 10 bilhões. A previsão é que o empreendimento atenda a 90 mil pessoas. 

“Há quase 30 anos, a restinga é uma área de proteção ambiental, mas desde 2006 o terreno está vendido e foi cercado. Espécies raras de borboletas, peixe das nuvens e lagartixas da areia são apenas algumas das espécies que só existem no local e que poderão morrer. Em Maricá, há 150 mil lotes vagos que poderiam ser utilizados no lugar da restinga. O prejuízo ambiental é incalculável é um núcleo de Mata Atlântica”, declara Werther Holzer.  

Ainda segundo o pesquisador, um dos objetivos do empreendimento é atender a demanda turística e empresarial que vai surgir com o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) em Itaboraí. Ele calcula que a população de 120 mil habitantes poderá dobrar nos próximo 15 anos, sem que a cidade tenha estrutura para comportar tamanha quantidade de pessoas. Ano passado, o Movimento Pró-Restinga entrou na Justiça com ação civil ambiental contra o Governo Estadual, questionando as obras na restinga. Entretanto, segundo Holzer, nenhuma providência foi tomada.

“Maricá já está crescendo de forma desordenada. A construção do resort vai prejudicar muito a comunidade pesqueira, que depende da atividade para viver. A lagoa será alterada e muitos peixes vão morrer”, lamenta o presidente da Colônia de Pescadores, Zacarias Vilson Francisco Correa, de 48 anos.

Inea tenta impedir as obras

De acordo com o diretor de biodiversidade do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), André Ilha, o instituto já tem conhecimento do projeto de construção do resort na localidade que pertence à Área de Proteção Ambiental (APA). Por isso, a superintendência regional do Inea e a direção da APA já estão tomando as devidas providências para que as obras não ocorram. Ele afirmou que a mudança no Código Urbano de Maricá não pode modificar as normas que estão de acordo com o plano de manejo da APA, a não ser para tornar a legislação ainda mais restritiva.

“Nada do que for aprovado em esfera municipal pode passar por cima de uma hierarquia superior. A APA é estadual”, enfatizou.

Ainda segundo André Ilha, o Inea e a direção da APA estão realizando fiscalizações ostensivas em toda a sua extensão. Caso as obras sejam iniciadas em áreas de preservação, o embargo será imediato.

“A população pode ficar despreocupada, porque nenhum resort será construído nessa APA”, pontuou.

A Prefeitura de Maricá informou que o documento aprovado pela Câmara Municipal trata da criação de uma Área de Proteção Permanente (APP) no local, que permitirá construções em, no máximo, 20% dos cerca de um milhão de metros quadrados da área. Ainda de acordo com a Prefeitura, uma vez implantada, a APP terá também um parque municipal, juntamente com o espaço para a reserva indígena e a comunidade de pescadores que existe no local. Além disso, a aprovação do projeto atenderia a uma determinação do próprio Governo do Estado. 

O Grupo Madri-Lisboa, responsável pelo empreendimento, não se pronunciou.(Fluminense)